Pesquise neste blog

segunda-feira, 3 de julho de 2017

Antiga Caixa de Amortização, remanescente da 1ª geração de edifícios da Avenida Rio Branco


Mais um dos 10 únicos remanescentes da 1ª geração de edifícios da Avenida Rio Branco. Em estilo eclético com feições neoclássicas, o prédio que abrigou a antiga Caixa de Amortização (Rio Branco esquina com Rua Visconde de Inhaúma) foi inaugurado em 1906 e continua imponente e bem preservado, em meio às gerações posteriores - e não tão imponentes - de construções da Avenida e das ruas vizinhas.

Foto: Alexandre Siqueira.



Fachada do Ed. da Associação dos Empregados do Comércio


Fachada do Ed. da Associação dos Empregados do Comércio, exemplar do art déco projetado em 1937. Destaca-se a escultura da cabeça de Mercúrio, deus do comércio. Na bela galeria interna chamam a atenção as linhas sinuosas do mezanino, típicas da vertente aerodinâmica do art déco. Localizado à Av. Rio Branco, 120.

Foto: Leo Ladeira.



sexta-feira, 23 de junho de 2017

Antes e depois: Edifício da Av. Central na esquina da Rua da Assembleia sobreviveu ao tempo


Na montagem vemos o mesmo edifício no início do século XX, nos tempos áureos da Av. Central (atual Av. Rio Branco) e hoje, em 2017, descaracterizado e cercado por edifícios altos. 

Localizado nos números 155, 157 e 159, o pequeno edifício projetado por Maximilian Emil Hehl e pertencente à Santa Casa de Misericórdia, abrigou o jornal A Imprensa (foto à esquerda) e nos anos 70 foi alterado, perdendo parte de seu corpo original - dois três frontões só dois sobreviveram. Já o prédio ao lado foi completamente descaracterizado. 


Na imagem acima vemos o mesmo edifício na ocasião da construção da avenida. Notem que os prédios da última quadra ainda estão sendo construídos, como o Museu Nacional de Belas Artes, Theatro Municipal, a Biblioteca Nacional, o Theatro Municipal e o Centro Cultural da Justiça Federal, antigo Supremo Tribunal Federal. Ao fundo vemos o Morro do Castelo, que, naquele momento, já tinha tido uma parte demolida para ganho de terreno do prédio da Biblioteca Nacional. 


  
Na imagem acima vemos o edifício em questão e o Morro do Castelo ao fundo, além de prédios da Rua da Assembleia que não existem mais, como o Recolhimento do Parto. 


Já na foto acima e nas duas debaixo, de junho de 2017, vemos o mesmo edifício nos dias de hoje, cercado por prédios altos.

Este é um dos 10 edifícios originais que sobreviveram da Av. Central. Os outros são: Hotel São Bento, Banco Central (antiga Caixa de Amortização), antiga sede da Cia Doca de Santos, antigo Bar Simpatia, Clube Naval, Theatro Municipal, Museu Nacional de Belas Artes, Biblioteca Nacional e Centro Cultural da Justiça Federal (antigo Supremo Tribunal Federal).





Fotos recentes: Leo Ladeira. 

 





quinta-feira, 22 de junho de 2017

Remanescente da primeira geração de edifícios da Av. Rio Branco (antiga Av. Central)


Num dos cruzamentos mais movimentados da Avenida Rio Branco se vê este "sobrevivente" (na verdade, metade dele) da primeira geração de prédios da antiga Avenida Central, em meio a todos os edifícios modernos e não tão elegantes! De estilo eclético, o edifício de três pavimentos ainda conserva vários de seus traços originais, como a decoração em ferro acima dos elementos da fachada e outros elementos decorativos. No início do século passado, nele funcionava o jornal A Imprensa. Avenida Rio Branco, esquina com Rua da Assembleia.
 
📷 : Alexandre Siqueira.



Fachada do prédio da antiga sede da Companhia Docas de Santos no Rio de Janeiro


O prédio da antiga sede da Companhia Docas de Santos no Rio de Janeiro (atual sede da 6ª CR do IPHAN) é remanescente da primeira geração de edifícios da Av. Central e destaca-se por sua fachada ornamentada com motivos náuticos. Projetado em estilo eclético pelo arquiteto paulista Ramos de Azevedo (mesmo autor do Teatro Municipal de São Paulo) e construído pela empresa Antonio Jannuzzi e Irmãos, foi inaugurado em 1908. Na fachada de granito do tipo pedra-de-galho vemos belíssimo trabalho de cantaria. Está localizado no número 46 da Avenida Rio Branco.
 
Foto: Leo Ladeira.



sábado, 17 de junho de 2017

Interior da Igreja de São Francisco da Prainha, na Saúde


A nave da Igreja de São Francisco da Prainha (Adro de São Francisco, s/n, Saúde) em domingo de batizado. Simples e bela, a igreja em estilo barroco do século XVIII foi restaurada há dois anos e é uma das relíquias históricas da Cidade. A visitação ocorre das 9h00 às 11h30 e das 13h00 às 16h00, de segunda à sexta.
 
Foto: Alexandre Siqueira.


Café do Bom Cachaça da Boa, em sobrado histórico da Rua da Carioca


Em um belo sobrado histórico da Rua da Carioca 10 funciona desde 2003 o Café do Bom Cachaça da Boa, um charmoso misto de bistrô, bar e café. O estabelecimento está instalado em um espaço que exala história: O edifício foi projetado por Adolfo Morales de Los Rios (mesmo autor dos prédios do Museu Nacional de Belas Artes e do Centro Cultural da Justiça Federal, entre vários outros projetos) e abrigou durante décadas o Restaurante Brasil. Em 1987 o imóvel foi ocupado pela Livraria Antiqualhas Brasileiras, que há poucos anos foi transferida para o segundo andar, deixando o primeiro pavimento para funcionamento da cafeteria/cachaçaria. 2ª a 6ª: 11h às 20h. Sábados: 11h às 14h.
 
Foto: Leo Ladeira.




Escadaria do Instituto de Filosofia e Ciências Sociais da UFRJ (IFCS)


Escadarias históricas totalmente em madeira são elementos raros na Cidade hoje em dia. Esta da foto, bela e bem conservada por sinal, se encontra dentro do prédio histórico de fachada neoclássica que abriga o Instituto de Filosofia e Ciências Sociais da UFRJ, o famoso IFCS, no Largo de São Francisco, Centro.
 
Foto: Alexandre Siqueira.


Ed. Curitiba, na Urca, exemplar do art déco na cidade


O bairro da Urca, na Zona Sul do Rio, concentra exemplares representativos do estilo Art Déco. Um destes é o Edifício Curitiba, projetado em 1944. No prédio de seis andares destacam-se a bela portaria e o trabalho de serralheria nos portões de acesso, com motivos marajoara. Internamente chamam também a atenção as luminárias e a escadaria art déco. Está localizado à Av. Portugal, 502, com uma vista magnífica da Baía de Guanabara.
 
Foto: Leo Ladeira.



Real Gabinete Português de Leitura após restauração da fachada e interior (2017)


O Real Gabinete Portuguez (grafado como na fachada) de Leitura finalmente concluiu sua restauração e está "novinho em folha" à espera de sua visita. Erguido na década de 80 do século XIX, o edifício em estilo neomanuelino evoca a exuberância do estilo gótico-renascentista. Sua fachada em pedra de lioz foi trabalhada em Lisboa e transportada de navio para o Rio. As 4 estátuas que a adornam (a foto só capturou duas delas) retratam Pedro Álvares Cabral, Luís de Camões, Infante D. Henrique e Vasco da Gama. Segundo a revista Time, o Gabinete é uma das 20 bibliotecas mais lindas do mundo, ficando na 4ª posição (2014). Rua Luís de Camões, 30 - Centro.
 
Foto: Alexandre Siqueira.





terça-feira, 30 de maio de 2017

Casario histórico da Rua Eduardo Jansen, no bairro da Saúde


As casinhas coloridas da Rua Eduardo Jansen, na chamada parte baixa do Morro da Conceição, na Saúde, chamam a atenção de quem visita a região. A rua fica próxima ao Adro da Igreja de São Francisco da Prainha e em seu final há uma escadinha pintada na forma da bandeira nacional. Em 2010 chegou a ser fechada para a realização de um videoclipe das cantoras Beyoncé e Alicia Keys no Morro da Conceição, causando grande alvoroço.


Foto: Leo Ladeira.




Casa de Rui Barbosa em 2017 após restauração


A restaurada (ainda em finalização em alguns trechos da parte posterior) Casa de Rui Barbosa - que dispensa apresentações - está tinindo! Mesmo que a Casa em si ainda não tenha sido reaberta para o público, vale a pena uma visita ao terreno, suas esculturas restauradas e seu belo jardim muito bem cuidado. Um oásis na correria de Botafogo!

Foto: Alexandre Siqueira.




Sobrado em estilo eclético na Av. Gomes Freire


Simpático e quase oculto sobrado em estilo eclético localizado à Av. Gomes Freire, Centro do Rio. Datado de 1910, chama a atenção pela profusão de elementos decorativos de sua fachada, com estuques, colunas, flores e outros elementos.

Foto: Leo Ladeira.




sábado, 20 de maio de 2017

Sala de exibição do histórico Cine Odeon em 2017


A história do querido Cine Odeon (neste prédio de 1926) confunde-se com a história da Cinelândia, logradouro que deve seu nome aos vários "cinematógrafos" que na primeira metade do século passado atraíam multidões às suas salas de exibição. O Odeon, que após um período de inatividade foi reaberto como Centro Cultural Luiz Severiano Ribeiro, é um dos dois últimos remanescentes (o outro é o Cine Rex, da década de 30) na Cinelândia de um passado glorioso dos cinemas de rua no Rio. A foto mostra a atual sala de exibição, reformada e modernizada. End.: Praça Floriano, 7 - Centro

Foto: Alexandre Siqueira.



domingo, 14 de maio de 2017

Sobrado de 1883 na Rua do Senado (atual Pow Boteco Espumante)


Este belo sobrado datado de 1883 localiza-se à Rua do Senado 41 e foi recentemente restaurado com recursos do Pro-Apac (Programa de Apoio a Conservação do Patrimônio Cultural). Sobressai-se a ornamentação de sua fachada em estilo neoclássico, com portas e guarda-corpo metálicos, frisos, cantaria em pedra, cobertura com telhas coloniais e porão. No interior destacam-se a claraboia e a escada original de acesso em madeira. No edifício funciona o Pow Boteco Espumante, uma verdadeira vitrine de vinhos espumantes brasileiros. Aberto de segunda a sexta das 17h30 à 0h.

Foto: Leo Ladeira.  


 

sábado, 13 de maio de 2017

Solar D'El Rey, antiga chácara de D.João VI, em péssimo estado de conservação


O colonial Solar D'El Rey, antiga chácara que mais de uma vez hospedou Dom João VI em suas visitas à Ilha de Paquetá, por ele chamada de "Ilha dos Amores", está neste estado! Como está interditado, só conseguimos o registro do portão histórico, que como se vê, está em franca deterioração! Abandonado, praticamente em ruínas, com risco de desabamento, o imóvel de importância histórica única (tombado desde 1938), funcionou como a Biblioteca Popular de Paquetá de 1977 até 2009, quando foi interditado e desde então está à espera de restauração! Localizado à Rua Príncipe Regente, 55.

* Uma boa notícia! A coluna Ancelmo Gois do jornal O Globo divulgou na terça-feira, 09/05/17, que o Solar D´El Rey será restaurado e transformado em espaço cultural! Vamos torcer para que isso aconteça! Confira a nota abaixo:



Foto: Alexandre Siqueira.







Casarão de 1893 em Paquetá


Ainda passeando pela bucólica Ilha de Paquetá podemos observar além de atrações turísticas badaladas, como a Pedra da Moreninha e o baobá Maria Gorda, exemplares de construções do século XIX e início do XX, entre casas de chácara, chalés e casarões históricos. Um deles é esta casa térrea do tipo porta e janela, datada de 1893 e localizada à Rua Doutor Lacerda. Há diversos outros exemplos relevantes em Paquetá que merecem um olhar mais atento!

Foto: Leo Ladeira.




sexta-feira, 5 de maio de 2017

Casa de Artes Paquetá


A Olhos de Ver foi à Ilha de Paquetá conferir o patrimônio histórico desse gracioso e bucólico recanto que por incrível que pareça, para quem conhece pouco a Cidade, é um bairro vinculado à Subprefeitura do Centro. Na ilha há diversos imóveis tombados e a foto mostra o casarão em estilo eclético construído no século XIX e que hoje abriga a Casa de Artes Paquetá, uma entidade civil sem fins lucrativos e que oferece diversas atividades socioculturais visando à preservação e revitalização do rico acervo social, cultural e natural da Ilha. A Casa está aberta diariamente das 10:00 às 17:00 e sua visitação é gratuita. O belo casarão, muito bem preservado, fica à Praça de São Roque (o santo padroeiro de Paquetá), na parte norte da Ilha, com vista para o fundo da Baía de Guanabara. Recomendamos a todos uma visita à Ilha e à Casa nestes amenos dias outonais!
 
Foto: Alexandre Siqueira.



Prédio de 1875 onde funciona o Hotel Nicário


Neste prédio histórico datado de 1875 e localizado na esquina das ruas Imperatriz Leopoldina e Luís de Camões, no Centro do Rio, funciona o Hotel Nicário, de alta rotatividade. Em 2011, o hotel foi palco da montagem do espetáculo “Navalha na Carne", de Plínio Marcos. A peça, realizada em um dos apartamentos do hotel, reunia até 22 espectadores por sessão e foi assistida por nomes como Aguinaldo Silva e Emiliano Queiroz.
 
Foto: Leo Ladeira.


quarta-feira, 26 de abril de 2017

Igreja de Nossa Senhora da Lapa do Desterro, na Lapa


A foto mostra a bela nave da setecentista Igreja de Nossa Senhora do Carmo da Lapa do Desterro. Construída a partir de projeto do engenheiro militar José Fernandes Pinto Alpoim, grande parte de sua decoração interna foi feita durante o século XIX pelos carmelitas que haviam sido transferidos da Igreja de Nossa Senhora do Carmo da Antiga Sé, à Rua Primeiro de Março, após a chegada da família real. Uma curiosidade sobre a construção dessa igreja é que uma de suas duas torres jamais chegou a ser concluída. Rua da Lapa, 8 - Lapa.
 
Foto: Alexandre Siqueira.



Charutaria Syria, que funciona desde 1912 no mesmo endereço, na Rua Senhor dos Passos, Centro do Rio


Muita gente que circula apressadamente pela região da SAARA, no Centro do Rio, desconhece que alguns estabelecimentos guardam pequenos tesouros e muitas histórias para contar. É o caso da Charutaria Syria, que funciona desde 1912 no mesmo endereço, na Rua Senhor dos Passos, 180. Na loja, onde podem ser encontrados cachimbos e charutos - dos cubanos aos fabricados no Recôncavo Baiano - hoje funciona também um charmoso bistrô que oferece desde chás da tarde a quiches e tortas. Vale a pena saborear um café e apreciar os detalhes originais, como antigos balcões, piso de ladrilho hidráulico, a claraboia e o mobiliário, entre outros. Aberta de segunda a sexta, das 9:30 às 18h e aos sábados de 9:30 às 14h.
 
Foto: Leo Ladeira.


sexta-feira, 21 de abril de 2017

Casa de 1874 na Rua do Jogo da Bola, no Morro da Conceição (RJ)


Esta singela casa no alto do Morro da Conceição é um belo exemplar da década de 70 do século XIX, ainda no Império. Chama atenção seu estado de conservação, pelo menos da fachada, que dá a impressão de estar intacta no tocante à cantaria, aos elementos decorativos (azulejos e ornamentos acima da porta e das janelas) e de suas belas telhas.  Localiza-se na Rua do Jogo da Bola. 

Foto: Alexandre Siqueira.



segunda-feira, 17 de abril de 2017

Vídeo: Um passeio de VLT no trecho Praça XV - SAARA (Fevereiro 2017)


Um passeio de VLT no trecho Praça XV - SAARA (Fevereiro 2017), com a possibilidade de se ver diversos edifícios, monumentos e sítios históricos, tais como o Paço Imperial, Chafariz da Pirâmide, antigo Convento do Carmo, Praça Tiradentes, Teatro Carlos Gomes, Casa Cavé, entre outros.
 
RJ: Fevereiro 2017.


 

Fachada da antiga Casa Tupy, na Rua da Carioca


Fachada e letreiro da antiga Casa Tupy, na Rua da Carioca n° 6, Centro do Rio. Fundada em 1899, era uma tradicional loja de calçados e hoje seu edifício dá lugar às Casas Bahia. Felizmente as fachadas históricas do logradouro são protegidas por lei e hoje integram o Sítio Cultural da Rua da Carioca. 

Foto: Leo Ladeira.


Edifício Regina, exemplar do estilo art déco no Centro do Rio


O Edifíco Teatro Regina, ou simplesmente Edifício Regina, localizado à Rua Alcindo Guanabara, Centro (nas imediações da Cinelândia), é um belo exemplar do estilo Art déco que ainda pode ser apreciado pela Cidade. Projetado em 1932 por Arnold Brune, sua construção se deu entre 1932 e 1935. Em 1944, após um incêndio, passou por uma reforma, quando o Teatro Regina recebeu o nome de Dulcina, em homenagem à famosa atriz brasileira. Sua última reforma já tem mais de 3 décadas, tendo sido concluída em 1981.
 
Foto: Alexandre Siqueira.


domingo, 9 de abril de 2017

Sede da Real Associação dos Artistas Portugueses do Rio de Janeiro em estado precário


Localizada na Rua da Constituição, Centro do Rio, a sede da Real Associação dos Artistas Portugueses do Rio de Janeiro com certeza já viveu dias melhores. Criada em 1863, a RABAP era uma das várias instituições de caráter particular que visavam atender os imigrantes portugueses no Rio. Não sabemos qual foi o fim da Associação, mas a antiga sede encontra-se neste estado precário.
 
Foto: Leo Ladeira.



quarta-feira, 5 de abril de 2017

Igreja de Nossa Senhora do Rosário e São Benedito dos Homens Pretos, na Rua Uruguaiana


No ano em que se completa meio século do grande incêndio que destruiu toda a talha da histórica Igreja de Nossa Senhora do Rosário e São Benedito dos Homens Pretos (séc. XVIII), o MPF moveu uma ação para a restauração do templo tombado. Situada a pouco mais de 1 km do sítio histórico do Cais do Valongo, a ação enfatiza a necessidade de proteção da memória e da identidade afrodescendente, justamente durante a Década Internacional de Afrodescendentes (2015 - 2024) declarada pela ONU em memória das vítimas da escravidão e do comércio transatlântico de escravos. Da Igreja, em precário estado de conservação com risco inclusive de novos incêndios, somente a fachada remete ao período de sua reforma no século XIX, com sua portada em estilo maneirista do século XVIII. Na Igreja funciona também o Museu do Negro, aberto de segunda à sexta das 08:00 às 16:00. End.: Rua Uruguaiana, 77 - Centro.

Foto: Alexandre Siqueira.




segunda-feira, 3 de abril de 2017

Fechado há mais de 30 anos, Cine Plaza ganha retrofit e é reinaugurado


Localizado na Rua do Passeio, Centro do Rio, o histórico Cine Plaza acaba de ganhar um retrofit. A antiga sala de projeção deu lugar a um auditório multifuncional com capacidade para 220 pessoas e o prédio terá de volta salas comerciais.

Inaugurado em 1936, na presença da então primeira-dama Darcy Vargas e de representantes da Warner Brothers e da Universal, o Cine Plaza ocupava o térreo e a sobreloja de um edifício de uso misto em estilo art déco que se destacava por suas varandas.

O cinema chegou a possuir 1228 lugares e chamava a atenção por seu imponente lobby de pé-direito duplo.

Em março de 1980, o velho Plaza fechou as portas definitivamente. O prédio ficou abandonado desde então e chegou a funcionar como estacionamento, mesmo mantendo as charmosas bilheterias (uma de cada lado), os detalhes art déco, as antigas instalações dos lustres, os elevadores e a vistosa porta de saída.

Ainda não visitamos o edifício por dentro para verificar como ficou após o retrofit.


Foto: Leo Ladeira.



quinta-feira, 30 de março de 2017

Sobrado histórico na Rua do Rezende


Sobrado histórico de 1907 à Rua do Rezende. Em estado regular de conservação, o sobrado de estilo eclético chama a atenção pela riqueza dos detalhes ornamentais de sua fachada. Em sua loja, funciona uma lanchonete.
 
Foto: Alexandre Siqueira.



segunda-feira, 27 de março de 2017

Baixo-relevo art déco na portaria do Ed. Heydenreich, Centro do Rio


Belo baixo-relevo art déco encontrado na portaria do Ed. Heydenreich, na Rua Álvaro Alvim, 24, região da Cinelândia. Localiza-se logo acima da porta dos elevadores. O edifício foi projetado em 1926.
 
Foto: Leo Ladeira.




Fazenda Paradiso, um charmoso café em um sobrado restaurado na Rua dos Inválidos


Há pouco mais de 1 ano, postamos foto deste sobrado, lindamente restaurado com recursos do PRO-APAC. Hoje, nele funciona o Fazenda Paradiso Café e é muito bom saber que o imóvel está aberto, funcionando e integrado comercialmente ao Patrimônio Histórico do Rio de Janeiro! Parabéns aos restauradores e à direção do charmoso café! Longa vida!
End.: Rua dos Inválidos, 126 - Centro
 
Foto: Alexandre Siqueira.



segunda-feira, 20 de março de 2017

Piso pé de moleque encontrado na Rua da Constituição, no Rio, é destruído pelas obras do VLT


Este é o pequeno trecho de piso pé de moleque que restou na Rua da Constituição, Centro do Rio. No ano de 2015, 200 metros lineares desse calçamento, do fim do século 18 e início do século 19, foram descobertos no local com as obras do VLT. A Prefeitura do Rio e a concessionária do VLT chegaram a anunciar um projeto de preservação do piso histórico, mas o que aconteceu de verdade foi a destruição do patrimônio por retroescavadeiras sob alegação de que poderia haver problemas de rachadura na via do VLT e a "impossibilidade de permanência do calçamento por completo". A retirada das pedras seculares foi autorizada pelo IPHAN. O fato foi muito criticado por historiadores, engenheiros e apaixonados pela história do Rio. Restou esse trecho da foto. Dos 200 metros expostos, apenas 15 metros quadrados foram mantidos.

Foto: Leo Ladeira.



quinta-feira, 16 de março de 2017

Conjunto de prédios históricos na Rua Uruguaiana


Embora "escondido" atrás das árvores, o conjunto de prédios históricos tombados ao longo da Rua Uruguaiana é de encher os olhos! De maneira geral bem preservados, os edifícios formam uma linha arquitetônica eclética que gostaríamos que estivesse melhor conservada em todas as ruas do Centro histórico do Rio.

Foto: Alexandre Siqueira.


segunda-feira, 13 de março de 2017

O estado do antigo casarão do Visconde de São Lourenço, na Rua Riachuelo, em 2017


Esta ruína que você vê em foto recente (fevereiro/2017) é o antigo casarão de Francisco Bento Maria Targinio, o Visconde de São Lourenço - conselheiro de D.João VI e tesoureiro-mor do Reino - , localizado na Rua dos Inválidos, 193 e 203, esquina com Rua do Riachuelo. A partir de 1821, com a volta do Visconde para Portugal (de onde veio com a família real em 1808), a casa teve vários proprietários e chegou a sediar o Colégio Marinho. No século XX, funcionou como mercearia, barbearia, salão de bilhar a até como casa de pasto. O prédio, que no século XVIII abrigava casas térreas, ganhou posteriormente mais dois pavimentos, e teve suas portas e janelas alteradas.

antes e depois

Hoje, do antigo solar só restaram - em péssimo estado - pedaços da fachada, apesar do prédio ter sido tombado pelo IPHAN em 20 de abril de 1938. Como parte do reboco do edifício caiu em plena calçada há alguns anos, o casarão foi interditado, escorado e pelo visto assim permanece. Foi inclusive anunciado que seria restaurado e transformado em Centro de Referência da Arqueologia. Um imbróglio que se arrasta há décadas sem solução! O prédio encontra-se envolvido em processos judiciais. Alô, IPHAN!




Foto: Leo Ladeira.


quinta-feira, 9 de março de 2017

Prédio de 1908 na Rua do Rezende


Prédio histórico de 1908 muito bem preservado, ou seja, há 109 anos testemunhando as mudanças urbanas, arquitetônicas e culturais da Cidade. De estilo neoclássico tendendo ao ecletismo, o edifício fica à esquina da Rua do Rezende e Avenida Mem de Sá, Lapa.
 
Foto: Alexandre Siqueira



domingo, 5 de março de 2017

A antiga Charutaria Pará, na Rua do Ouvidor


A famosa Charutaria Pará funcionou nesta pequena loja, na Rua do Ouvidor, entre 1918 e 1982. Antes, o imóvel abrigava a Casa Guaraná. Hoje, funciona ali uma loja de artigos femininos, a Ouvidor 120, que mantém intactos mobiliário, fachada e até o piso original. A Charutaria Pará, uma das mais tradicionais do Rio, era frequentada por Getúlio Vargas, Cândido Rondon e o Eurico Gaspar Dutra. O estabelecimento guarda o espírito dos tempos em que a Rua do Ouvidor era a mais elegante da cidade, com suas perfumarias, livrarias, confeitarias, cafés, casas de moda, redações de jornais etc. 



Fotos: Leo Ladeira.



quinta-feira, 2 de março de 2017

Conjunto arquitetónico da Rua Gonçalves Ledo, no Centro do Rio



Prédio histórico de três andares relativamente bem preservado, à esquina das Ruas Gonçalves Ledo e Luiz de Camões, no coração da SAARA, Centro do Rio. Faz parte de um conjunto de quatro prédios geminados tombados pelo IPHAN. O conjunto data do início do século XIX e nele teria residido o próprio Gonçalves Ledo, posteriormente homenageado com o nome da rua. Constitui o último conjunto arquitetônico da primeira metade do século XIX conservado praticamente intacto. É sempre bom poder apreciar os imóveis tombados ainda em bom estado de conservação, apesar da necessidade de restauro na parte superior deste, conforme se pode ver na foto. Rua Gonçalves Ledo, n° 5, 5A, 5B, 7 e 1.

Foto: Alexandre Siqueira.


quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Feliz Carnaval 2017!


Abrindo alas para o Carnaval 2017, uma foto do belíssimo sobrado histórico - já postado por nós anteriormente - que abriga a Galeria Scenarium, na Rua do Lavradio. A fachada já se encontra devidamente decorada, conforme se vê na foto, para celebrar o Carnaval no Centro Histórico do Rio. E que venha a folia! Feliz Carnaval a todos os que curtem e seguem a Olhos de Ver!

Foto: Alexandre Siqueira.


segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

Edifício Natal, o prédio do antigo Cine Pathé


Na foto vemos a bela fachada art déco do Edifício Natal, mais conhecido como edifício do antigo Cine Pathé. O prédio faz parte do período áureo da Cinelândia e foi projetado por Ricardo Wriedt em 1927. O Cine Pathé fechou as portas em 1998, quando os proprietários, cheios de dívidas e pouco público, alugaram o espaço para a Igreja Universal do Reino de Deus.

Foto: Leo Ladeira.



quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

Interior da Igreja de São Francisco de Paula


A Igreja de São Francisco de Paula - com sua belíssima talha e seu majestoso altar-mor (de autoria de Mestre Valentim) - foi concluída em 1801 e ao longo de sua história sofreu várias intervenções de conservação e restauro. A talha original da capela-mor desapareceu por completo após a reformulação interna da igreja, empreendida entre 1855 e 1865, por Antônio de Pádua e Castro. Visita obrigatória para cariocas e turistas, com missas regulares de segunda a sexta, a partir de 12:00 até às 15:30. Largo de São Francisco de Paula, Centro.
 
Foto: Alexandre Siqueira.